Bombardeio na região sul de Zaporizhzhia deixa dois mortos e três feridos às margens do rio Dnieper







Bombardeio na região sul de Zaporizhzhia deixa dois mortos e três feridos

Bombardeio na região sul de Zaporizhzhia deixa dois mortos e três feridos

Segundo as autoridades da região sul de Zaporizhzhia, duas pessoas morreram, e outras três ficaram feridas nesta quinta-feira (28), em uma localidade às margens do rio Dnieper, que separa os Exércitos russo e ucraniano na área.

Devido a esse bombardeio, “dois civis morreram, e outros três ficaram feridos” em Bilenke, disse o governador local, Yuri Malashko.

Esta cidade, cerca de 30 quilômetros ao sul de Zaporizhzhia, fica às margens do rio Dnieper.

De acordo com os relatos das autoridades locais, a região sul de Zaporizhzhia foi alvo de ataques nesta quinta-feira, resultando na morte de duas pessoas e no ferimento de outras três. A localidade atingida está situada às margens do rio Dnieper, que serve como divisão entre os Exércitos russo e ucraniano na área.

O governador Yuri Malashko confirmou as informações, acrescentando que o bombardeio afetou a cidade de Bilenke, resultando em fatalidades e feridos entre a população civil. Bilenke fica a aproximadamente 30 quilômetros ao sul de Zaporizhzhia, nas proximidades do rio Dnieper.

Esse ataque gera preocupações sobre a crescente instabilidade na região e o impacto direto sobre a população local. O conflito entre os exércitos russo e ucraniano tem gerado uma série de confrontos e episódios de violência, aumentando as tensões e a insegurança na área.

Os detalhes sobre a motivação e autoria do bombardeio ainda não foram totalmente esclarecidos pelas autoridades locais. As investigações estão em andamento para determinar as circunstâncias do ataque e tomar as medidas necessárias para garantir a segurança da população.

Diante desse cenário, a comunidade internacional acompanha de perto a evolução dos acontecimentos na região sul de Zaporizhzhia e manifesta preocupação com a escalada da violência. As organizações de direitos humanos enfatizam a necessidade de encontrar uma solução pacífica para o conflito e proteger a vida dos civis afetados.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo