Ditador da Coreia do Norte superviona exercícios de disparo de artilharia no oeste do país em meio a visitas diplomáticas




Notícia sobre exercícios de disparo supervisionados por Kim Jong-un

Ditador da Coreia do Norte supervisiona exercícios de artilharia

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi o responsável por supervisionar uma série de exercícios de disparo por unidades de artilharia no oeste do país, conforme noticiou a agência estatal KCNA nesta terça-feira (19).

Segundo as informações divulgadas, os exercícios envolveram o lançamento de mísseis balísticos de curto alcance, que foram avistados no mar por Coreia do Sul e Japão na segunda-feira (18). Este foi o primeiro teste do tipo em cerca de dois meses e ocorreu durante a visita do secretário de Estado americano, Antony Blinken, a Seul.

Blinken está na capital sul-coreana para participar da Cúpula da Democracia e se reuniu com o presidente sul-coreano Yoon Suk-yeol. Sua visita acontece logo após Estados Unidos e Coreia do Sul concluírem um dos maiores exercícios militares conjuntos.

De acordo com a KCNA, o objetivo dos exercícios era testar a capacidade dos lançadores de foguetes de 600 milímetros e melhorar a prontidão dos combatentes norte-coreanos. A operação incluiu também a simulação de uma explosão de projéteis no ar, a uma certa altitude acima do alvo.

A agência afirmou que a unidade demonstrou alta mobilidade, poder de ataque preciso e excelente pontaria, recebendo elogios de Kim Jong-un. Esta ação evidencia o aumento da tensão na península coreana desde o fim do ano passado, quando Pyongyang encerrou um acordo estabelecido com Seul para diminuir as tensões.

O ministro da Defesa sul-coreano, Shin Won-sik, alertou que um grande número de mísseis convencionais lançados por Pyongyang contra Seul poderia desencadear uma guerra e provocar fortes ataques retaliatórios.

China, terra do meio

Receba no seu email os grandes temas da China explicados e contextualizados


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo